Sobre o Culto Doméstico…

152

Olá, pessoal! Hoje eu quero falar sobre um assunto que talvez seja o mais importante para a sua família e para o bem-estar da nossa igreja, mas, que ao mesmo tempo, é negligenciado em nossos lares – o culto doméstico!

Qual foi a última vez ou com que frequência você tem realizado o culto doméstico? Independente da sua resposta, deixe-me incentivá-lo à prática da adoração no lar: 1) Com o exemplo e ensino de Josué; 2) Respondendo algumas objeções práticas; 3) Mostrando alguns benefícios; e 4) Dando algumas instruções de como fazer o culto doméstico.

O e-mail de hoje vai abordar somente os dois primeiros pontos, na próxima semana, se Deus quiser, concluo com os dois últimos.

1) Exemplo e Ensino de Josué:

Em Josué 24:14-15 está escrito:

“Agora, pois, temei ao SENHOR e servi-o com integridade e com fidelidade; deitai fora os deuses aos quais serviram vossos pais dalém do Eufrates e no Egito e servi ao SENHOR. Porém, se vos parece mal servir ao SENHOR, escolhei, hoje, a quem sirvais: se aos deuses a quem serviram vossos pais que estavam dalém do Eufrates ou aos deuses dos amorreus em cuja terra habitais. Eu e a minha casa serviremos ao SENHOR”.

Quais das duas opções você desejaria que sua família seguisse? Adorar falsos deuses ou cultuar o Senhor? Hoje, eu convoco você a tomar essa decisão. Veja que quem toma a decisão e lidera a sua casa em culto a Deus é o próprio Josué –  o chefe do lar – quando diz que: “Eu e a minha casa serviremos ao Senhor”. Você homem do lar deve ser resoluto hoje! Deus chama você agora a priorizar a adoração a Jesus no seu lar. De todas as decisões que você tem que tomar para sua família, a resolução em servir e cultuar a Deus deve estar no topo da lista. Se você ama verdadeiramente sua esposa e seus filhos, se você deseja o melhor para eles, então, por favor, não deixe de dar para eles o que é de mais importante: a adoração ao Deus trino. Pode ter certeza de que só teremos reforma e avivamento na nossa igreja se começarmos a adorar ao Senhor em nossa casa e rejeitarmos os Baais, Baalins, Moloques e outros deuses da nossa cultura e sociedade. Portanto, pai, marido, se você tem desprezado o culto ao Deus do Universo no seu próprio lar, a probabilidade é de que sua casa, se não for pela graça de Deus, servirá ou já está servindo outros deuses. Então, “escolhei, hoje, a quem sirvais”! Minha oração é que você seja resoluto de hoje em diante, procure fazer cultos domésticos diariamente e diga como Josué afirmou: “Eu e a minha casa adoraremos ao SENHOR”.

2) Objeções ao Culto Doméstico:

Já começo a imaginar algumas desculpas que você pensou para não se fazer as devocionais em casa. Deixa-me relacionar algumas e tentar respondê-las:

a)   “Trabalho demais e não tenho tempo para realizar o culto doméstico”. Por mais difícil e lotada que seja sua agenda, se houver esforço para priorizar um tempinho junto com sua família em adoração, você há de conseguir! Lembro-me de um livro sobre fisiculturismo do famoso ator de Hollywood, Arnold Schwarzenegger, onde ele respondia a objeção de pessoas que argumentavam que não tinham tempo para se exercitarem. Schwarzenegger simplesmente apontava para o presidente dos EUA, que é uma das pessoas mais atarefadas desse mundo, mas que ainda reservava tempo para exercitasse. Ora, se pessoas extremamente ocupadas podem ter tempo para a atividade física, quanto mais você, chefe do lar, quanto aos exercícios de adoração no lar a Aquele que lhe criou e redimiu! Dr. Joel Beeke foi o homem mais trabalhador e atarefado que conheci na minha vida. Ele simplesmente tem trabalhado de Domingo a Domingo por vários anos, múltiplas horas do dia, com responsabilidades nas costas que nunca jamais gostaria de carregar e já escreveu e editou mais de 50 excelentes livros. Mesmo assim, ele disse: “Por 17 anos, o culto doméstico [diário] é a coisa mais importante que faço na vida. Não perderia por nada neste mundo! É a melhor parte do dia”! Dr. Beeke foi um dos cristãos mais piedosos que conheci. Que Deus possa nos dar, pela sua graça, famílias como a dele!

b)   “Todo mundo tem horário diferente de trabalho e estudo e nunca estamos todos juntos durante o dia”. Se você tem agendas conflitantes, então faça um esforço para harmonizá-las. Cancele algumas atividades das crianças que não são tão importantes quanto o culto doméstico. Faça dois, três cultos se for preciso para alcançar todos. Se em um dos cultos do dia você não puder estar presente, delegue sua esposa para realizar. O que acho engraçado é que reclamamos que as famílias têm se dilacerado e não gastam mais tempo juntas como antigamente por causa da correria da vida moderna, porém não percebemos que o culto doméstico seria um excelente motivo e oportunidade para rompermos com os valores individualistas da nossa cultura atual  e para cultivarmos a prioridade da comunhão da família com Deus.

c)    “Chego cansado do trabalho e não tenho forças para fazer o culto doméstico”.  Entendo e compreendo a sua dificuldade, mas gostaria que você mesmo assim se esforçasse. Lute para que Deus seja adorado em sua casa. Peça a Ele forças e disposição. As pessoas fazem sacrifícios por tanta coisa banal e tola, basta ler o Guiness Book. Por que não se sacrificar por sua família e para glória de Deus? Mais uma vez cito o Dr. Joel Beeke: “Se Jesus não estava muito cansado ao ponto de morrer por você, você não deveria ficar muito cansado para viver para Ele”.

d)  “Meu cônjuge não é crente”. Talvez essa seja uma das maiores dificuldades. Dependendo da idade, os filhos comumente preferem seguir o exemplo do descrente. No entanto, ore a  Deus para lhe dar sabedoria. Chame seu cônjuge para participar. Se ele não quiser, faça com seus filhos, mesmo que no começo haja resistência. Chame um dos pastores para fazer um culto doméstico com sua família. Não desista deles. Veja que o que está em jogo é se eles vão adorar outros deuses ou vão adorar a Jesus.

e)   “Não sei ensinar e nem liderar um culto doméstico”. Simples, peça para mim ou o pastor Leonardo ou um dos presbíteros para lhe ensinar. Faremos com todo prazer! Próximo e-mail, darei algumas instruções de como você deve fazer o culto em seu lar.

Com certeza, deve haver outras objeções. Se você desejar, mande um e-mail com suas perguntas, irei lhe responder com todo prazer.

Próxima Quinta-feira, mostrarei alguns benefícios  e certas instruções com respeito a adoração em casa. Espero que de hoje até lá, você já tenha começado a adorar e servir ao Senhor diariamente com sua família!

Em Cristo e nEle somente,

Pr. Tiago Baía.