Aqui na igreja distribuímos os catecismos infantis para as famílias da igreja, mas ele não veio com “manual de instrução” certo? Portanto abaixo segue algumas dicas de como utilizar o catecismo em seu culto doméstico com as crianças.

1 – Não tenha pressa! Ensinar o catecismo não é uma competição. Não precisa fazer 3, 5 perguntas por encontro. Vá com uma uma, no máximo duas perguntas, mas certifique-se que a pergunta foi bem apresentada e explicada a você e a seu filho.

2 – Exemplifique. A cabeça de uma criança assimila muito mais fácil uma idéia se a mesma flor exemplificada. Ao invés de simplesmente dizer “O que mais Deus fez?” e simplesmente contentar com a resposta “Todas as coisas”. Mostre a lua, o sol, você mesmo e pergunte quem fez, mais fácil o entendimento do que simplesmente tudo. Abre glória,  por exemplo, dê a idéia do que é glória, não diga que é simplesmente algo bonito ou brilhante, exemplifique. Tendo imaginação muitas coisas ficam mais fáceis.

3 – Leia e conte a Bíblia. Infelizmente esta edição que distribuímos não vem com os textos bíblicos, portanto, use um breve catecismo de Westminster que pode ser encontrado fácil e gratuitamente na internet, use histórias bíblicas  que você já conhece e conte a seu filho. Permita-me um exemplo pessoal: para contar que Jesus é o mais de todos os super heróis, contei a história de Davi, mas devidamente encenada, onde ele me derrubava e eu explicava para ele, detalhe, ele me derrubava com uma espada de Star Wars de brinquedo, e depois, virou um brincadeira aqui em casa Davi e Golias, mas para quê? Para ele entender que muito mais que Davi, Jesus vendeu na Cruz.

4 – Tenha intimidade com a Bíblia. Para você fazer o ponto acima, você precisa conhecer as histórias certo? Portanto, não abra mão de suas devocionais, momentos de estudo da Bíblia e oração. Leia bons livros teológicos, tire dúvidas com o pastor, mas seja familiar a Bíblia para que seu filho também seja.

5 – Mostre o evangelho. Não se esqueça que o objetivo do culto doméstico não é apenas união familiar ou para que seus filhos sejam “bons”. Mas sim para que eles conheçam a verdade do evangelho, portanto, apresentar Cristo em cada culto doméstico deve ser algo precioso para nós, pois é Cristo que vai converter seu filho e não você, foi a obra dele na Cruz que possibilitou a salvação dele e não as suas obras. Suas obras, minhas obras, servem apenas para mostrar as dEle e que nEle, sejamos sempre dependentes, amemos e o apresentemos como único Salvador que morreu na cruz aos nossos filhos.

 Em Cristo,

Pr. Léo